QUÉNIA, o idílio no Índico

Dada a actual crise epidemiológica, e seguindo as recomendações da DGSaúde, a loja da avenTOURas encontra-se fisicamente encerrada. No entanto, é apenas e só o atendimento presencial que não acontece: toda a actividade da avenTOURas encontra-se totalmente operacional, estando nós a trabalhar a partir de casa. Com todo o rigor e competência, conforme habitual. Estamos à distância de um e-mail ou de um telefonema, todos eles operacionais:

(por favor, prefira o e-mail, responderemos muito rapidamente)

 

info@aventouras.com.pt                          viagensaventouras@gmail.com

912 110 624;   239 836 435;   239 833 813

O Quénia é um dos mais desejados destinos do Mundo. Para muita gente, significa a possibilidade de observação de uma exuberante vida selvagem num “habitat” cuidadosamente preservado. Mas, para além de ser um dos melhores locais no mundo para realizar safaris, este belíssimo país tem muito mais para oferecer: uma cultura riquíssima fruto de múltiplas influências ao longo dos séculos, selva, savanas e florestas, praias idílicas com águas espantosamente límpidas e intocados jardins de coral. Tal como sucede na sua ecologia, a diversidade cultural é também enorme, das tradições dos pastores masai das grandes planícies à expressão swahili, na zona costeira de Mombaça.

Jambo, karibu!! (“olá, bem vindo !!”) – ouvirá dizer numerosíssimas vezes durante as suas férias no Quénia. De facto, para além do esplendor da Natureza, este fantástico país tem as pessoas: corteses, sorridentes, sempre prontas a ajudar, felizes por estarmos ali.

(clique nas miniaturas para ampliar as fotos)

A avenTOURas tem o grande prazer de lhe proporcionar
umas magníficas férias no Quénia a um preço inacreditável …!!

Relaxe em excelentes hotéis em regime de tudo incluído na primeiríssima linha de uma das melhores praias do mundo…

Combine a sua estadia na praia com o realização de um inesquecível safari em pensão completa num dos locais mais privilegiados do planeta para observação da vida selvagem…

Conheça o contexto ecológico e cultural local, com a possibilidade de numerosas e interessantíssimas actividades, incluindo a descoberta dos sinais da presença histórica Portuguesa de 200 anos…

Mombaça – é a segunda cidade do país, após a capital Nairobi, e o maior porto da África oriental.
Situada à beira do Oceano Índico, é um caleidoscópio de culturas, com diversas influências, entre as quais a Portuguesa: o primeiro Europeu a chegar foi Vasco da Gama, em 1498, constituindo ali um importante centro comercial na sua rota para a Índia.
A cidade seduz pelas suas cores, pelos fervilhantes mercados, pelo labirinto de estreitas ruas do centro histórico.

Actividades no mar – para os aficionados, existem fantásticas condições de prática do mergulho, pesca, desportos náuticos. E tenha o prazer de ter na mão lagostas-bebés, de dar comida às moreias…

Quintas (crocodilos e especiarias) – visitas imperdíveis, aprendendo muito sobre imponentes crocodilos (e serpentes) e sobre a planta concreta de onde provêm as especiarias que moldam os nossos dotes culinários, a muitos milhares de quilómetros de distância.
Além de plantas extraordinárias, como a don´t touch me: o nome advém do facto de se retrair, encolhendo-se quando lhe tocamos.
E, já agora ! experimentar ao almoço um delicioso hamburguer de carne de crocodilo…

Centro de reabilitação (física e mental) e escola primária – a glorificação do esforço pessoal, em condições que nos fazem corar de privilégio. Em Bombolulu e Ukunda, duas inesquecíveis lições de vida.

Contacto com a cultura local – é parte imprescindível de qualquer viagem, seja para onde for. A hospitalidade é uma tradição no Quénia.
Visite uma escola local – se puder, leve algum material escolar, as crianças irão sorrir-lhe até com os olhos !! -, terá uma comovente experiência.
A centenária cultura Sawhili, fruto do intercâmbio entre os mercadores Árabes, os Europeus e os locais, é interessantíssima.

Ruínas de Gedi – a riquíssima floresta costeira de Arabuko Sokoke (junto ao Parque Marinho de Watamu) esconde as interessantes ruínas de uma antiga cidade sawhili erigida no século XIII, Gedi.
Preservada de influências exteriores – entre as quais a Portuguesa – dada a sua localização, foi abandonada no século XVII por razões desconhecidas.

Wasini – a sul de Mombaça, perto da fronteira com a Tanzânia, esta pequena ilha (5 km de comprimento por 1 km de largura) tem cerca de 1000 habitantes – e o “progresso” ainda não chegou lá, a julgar pela completa ausência de carros e afins.
É um autêntico delírio para os amantes do “snorkelling”: verá uma miríade de peixes de todas as cores e tamanhos, numa água de incrível transparência. Quem não quiser fazer mergulho, poderá simplesmente usufruir do mar mais deliciosamente azul que vimos na nossa vida …!!
Os “jardins de coral” são outra atracção da ilha : trata-se de grandes formações de coral morto, junto ao término da aldeia, apenas banhados 2 vezes por mês pelas fortes marés.
O chão está coberto por algas (comestíveis).
Caminhar ao longo dos corais, com borboletas e pássaros esvoaçando, dá uma fantástica impressão de estarmos a fazer snorkelling em terra …

Watamu – é um dos maiores parques marinhos do Quénia, sendo interdita qualquer actividade piscatória.
É um paraíso para os amantes do mergulho, em especial nos chamados “jardins de coral”: a cerca de 2 km da costa, o barco parece suspenso no ar, tal a transparência da água.
Abaixo, os corais albergam numerosíssimos peixes de todas as cores e formas.

Presença portuguesa – está um pouco por todo o lado (já fomos grandes…).
A prolongada presença portuguesa de 200 anos é atestada pela construção de várias fortificações, entre os quais o Forte Jesus, construído em 1593.
Bastante bem conservado, é imponente, requerendo ser demoradamente percorrido.
Na língua (bastantes palavras swahili são de origem portuguesa), nos nomes das pessoas e na culinária a marca de Portugal lá está.
E também em Malindi (abaixo).

Malindi – foi na grande baía de Malindi que Vasco da Gama desembarcou, no seu caminho para a Índia, no longínquo ano de 1498.
Um pilar comemorativo com o escudo português no cimo, erigido junto ao mar, lembra esse início da presença portuguesa de muitos anos na costa do Quénia.
Visite também uma pequena capela portuguesa, não longe do pilar.
Passeie num grande paredão construído sobre o mar – é um local privilegiado para fotografar as artes tradicionais de pesca local.
Almoce (muito bem) nos restaurantes do centro da cidade, por um preço simbólico.
E faça as suas compras no grande mercado de artesanato.

E muito mais, dir-lhe-emos depois…!! Entretanto, descanse, relaxe… As suas férias no Quénia proporcionar-lhe-ão momentos de rara quietude e beleza.
A ver o tempo a passar, a apreciar momentos inolvidáveis de tranquilidade e de paz.

!! Sabemos do que falamos, conhecemos MUITO BEM o que vai encontrar !!

Como única agência de viagens portuguesa especialista no destino, a avenTOURas compôs e editou um pormenorizado Guia de Viagem, o qual acompanha gratuitamente a documentação das pessoas que connosco viajam para o Quénia. São 55 páginas com numerosas fotografias e informações actualizadas e muito úteis, incluindo locais imperdíveis (e como fazer para os visitar), praias, observação da vida selvagem, mercados, segurança, comunicações telefónicas, custos das “coisas”, etc – informação detalhada que irá optimizar esta sua fantástica experiência.

Quénia, guia 2 Quénia, guia Quénia, guia 1

A praia

Classificada como estando entre as melhores do Mundo, a praia de Diani estende-se a sul de Mombaça, perto da fronteira com a vizinha Tanzânia. Os adjectivos escasseiam, começando por a definir como paradisíaca: longos quilómetros de areia branquíssima, com palmeirais frondosos, águas quentes de uma irresistível limpidez, espectaculares recifes de coral com abundante vida marinha, incluindo tartarugas e golfinhos. Absolutamente fabulosa…!!

O hotel

Na primeiríssima linha da praia de Diani, uma das mais famosas do Mundo

Passando directamente dos jardins para a branquíssima areia da praia…

Uma limpeza inexcedível, magnífica qualidade de serviço

Entretenimento nocturno, frequentes jantares buffet ao ar livre, com música ao vivo

8 noites, em regime de tudo incluído

!! 1289 € !!

Formate a estadia à sua medida: adicione as noites que desejar !!

 outros hotéis disponíveis

*Preços dependentes da data de partida.

SAFARIS de observação da vida selvagem

Terá a possibilidade de combinar a relaxante estadia na praia com interessantíssimos safaris de observação da exuberante vida selvagem.
Este será, sem dúvida, um dos grandes momentos das suas férias no Quénia – imperdível num país famoso pela riqueza e diversidade da sua fauna selvagem e pelos cuidados conservacionistas nos seus enormes parques naturais. Os cenários são belíssimos. Irá ver os animais no seu meio ecológico, em plena liberdade. Dado serem animais selvagens, nalguns casos dependerá de alguma sorte (chitas e leopardos são os mais esquivos), apesar dos esforços dos competentes guias – mas verá sempre muitos animais e será sempre uma vivência inolvidável.

Os veículos utilizados nos nossos safaris (jipes Land Cruiser) são excelentes na robustez, espaço e conforto; têm tecto de abrir, optimizando a observação dos animais com toda a segurança.
Por falar em segurança, nada receie: os nossos guias são muito experientes e com reconhecida competência, devidamente oficializada pelo organismo queniano que supervisiona os parques naturais do país.

Quanto ao alojamento (em regime de pensão completa) nos safaris, oferece todo o conforto e qualidade. Mesmo ao tomar o pequeno almoço poderá observar os animais que se acercam do lodge… e o facto de dormir em plena savana  tem um charme muito especial…!!

Dispomos de safaris com variável tempo de duração. Recomendamos particularmente 2 noites / 3 dias, o que lhe permitirá visitar 2 parques naturais, multiplicando as possibilidades de observação dos animais – mas, se tiver menos tempo, o safari com 1 noite/ dois dias também lhe proporciona boas hipóteses.
Entretanto, note que podemos formatar o safari conforme a sua solicitação. Em todos os casos, será recolhido no seu hotel na praia, e para lá transportado no final do safari.
Realizam-se várias partidas para safari durante o dia, a primeira das quais ao nascer do sol – hora em que algumas espécies estão mais activas – regressando depois ao lodge para o pequeno almoço.

Os preços (dependentes da data de partida e do programa escolhido) começam em 299 €.